Category

CROSSFIT BRASIL

#NossoBox: Lapa

#NossoBairro: LAPA 5/5 (1)

By | CROSSFIT BRASIL | No Comments

#NossoBairro: LAPA

Consideramos importante viver de forma ampla a cidade e conhecer melhor o que está ao redor da CrossFit Brasil. Por isso, falaremos aqui no Fit News sobre alguns lugares na nossa vizinhança que consideramos interessante e que estão conectados, de alguma forma, com o modo de vida que incentivamos.

Não podemos começar essa série sobre o #NossoBairro sem contar um pouco da história da Lapa, região onde estamos localizados. Inicialmente conhecido como Emboaçava (nome dado pelos índios guaianases que ocupavam a área), a região foi inicialmente tomada por portugueses e dividida em duas grandes fazendas comandadas por coronéis. A mudança do nome só ocorreu nos anos de 1700, quando o padre paulistano Ângelo Siqueira Ribeiro do Prado, devoto de Nossa Senhora da Lapa (santa de devoção portuguesa), ergueu um templo em homenagem à santa. Com isso, a região passou a ser chamada de Fazendinha da Lapa.

Histórico e extremamente importante para entender São Paulo, o bairro da Lapa sofreu um grande crescimento durante as campanhas de imigração do governo brasileiro. Inicialmente ocupado por italianos, ele se configurou como uma pequena colônia, se tratando de cultura, comércio e até mesmo nome de ruas.

Ainda durante o século XX, a região se configurou como um bairro industrial e, portanto, teve mais levas de imigrantes de diversos países, como ingleses, russos e poloneses, que vinham para trabalhar nessas indústrias, somando mais costumes e culturas a um bairro já muito rico nesses quesitos. Nesse momento da história que galpões como o #NossoBox começaram a aparecer por aqui.

Classifique aqui

CRIANÇA PODE FAZER CROSSFIT SIM!

CRIANÇA PODE FAZER CROSSFIT SIM! 4.8/5 (5)

By | CROSSFIT BRASIL | No Comments

CRIANÇA PODE FAZER CROSSFIT SIM!

Se você já ficou perto de uma criança pequena, com certeza, já presenciou quedas devido a tropeços, batidas de cabeças em quinas de móveis, dificuldade em tirar uma roupa, certo? Tudo isso acontece porque elas ainda estão desenvolvendo sua consciência corporal, que nada mais é do que a noção das dimensões do próprio corpo e compreender o espaço que ocupa e como interage com o meio ao redor.

A prática de exercícios físicos na infância é importantíssima para estimular o desenvolvimento de uma boa consciência corporal, além de contribuir para o aumento da coordenação motora, condicionamento cardiovascular, melhora na concentração e também na criação do hábito de praticar exercícios ou até mesmo no convívio social. Assim, diversos preparadores e educadores físicos vêm pensando em atividades lúdicas exclusivamente para que as crianças introduzam as atividades físicas em suas rotinas de uma forma leve e divertida.

Provavelmente o CrossFit não seja a primeira modalidade que venha à mente quando se pensa em atividades voltadas ao público infantil, mas (claro que de forma adaptada para evitar lesões e hipertrofia) ele pode ser uma opção descontraída de exercício físico para os pequenos. Afinal, se tirarmos os pesos e as séries de repetições presentes nos treinos comuns, sobrarão muitas características semelhantes a brincadeiras infantis como pular corda, agachamentos (presente no morto-vivo), subir em caixas, pendurar-se em argolas…

Ou seja, dá sim para crianças fazerem CrossFit sem se machucarem e com muita diversão! Além de gerar diversos benefícios físicos e mentais, a modalidade proporciona que a garotada tenha uma melhoria na sociabilidade e desenvolva um valioso trabalho em equipe.

Classifique aqui

Como tudo começou

COMO TUDO COMEÇOU Ainda sem classificação

By | CROSSFIT BRASIL | No Comments

COMO TUDO COMEÇOU

A quebra da rotina proposta pelos WODs (Workout of the Day), constantemente variados, e os resultados conquistados rapidamente contribuem para a grande popularidade do CrossFit no mundo. Mas, talvez o principal diferencial da modalidade seja o senso de comunidade que surge espontaneamente entre os praticantes que se exercitam juntos dentro de um box. A camaradagem natural, competição e diversão presentes no CrossFit produzem uma intensidade que não é encontrada frequentemente em outras modalidades.

Sendo praticante ou não, é difícil negar que o CrossFit se tornou uma sensação mundial. Criada nos EUA, a modalidade tem mais de 13 mil afiliados ao redor do mundo e a cada dia conquista mais novos adeptos. Mas, afinal, como surgiu esse tipo de treinamento tão intenso e, ao mesmo tempo, atrativo?

Para entender melhor a origem do CrossFit, precisamos começar pela história do estadunidense Greg Glassman, fundador e CEO da responsável por criar a famosa metodologia. Ainda criança, Greg teve poliomielite (paralisia infantil) e usou a ginástica para recuperar sua força. Mais tarde, se tornou um ginasta competitivo e, como a maioria dos atletas, queria ganhar mais força. Para isso, começou a praticar, além da ginástica, levantamento de peso e bicicleta, e percebeu que isso lhe daria uma vantagem em relação aos outros atletas que fossem bons em apenas uma atividade.

Em meados dos anos 90, o ex-ginasta Greg Glassman, motivado pela insatisfação com os exercícios propostos pelas academias tradicionais, desenvolveu séries de exercícios que se tornaria, no futuro, os movimentos iniciais do CrossFit. Seu intuito sempre foi incentivar o uso de movimentos simples e funcionais, em alta intensidade, como forma de desenvolver o condicionamento físico de forma geral, sem focar em uma habilidade específica.

Com a mentalidade de que os movimentos básicos do dia a dia (agachar, pular, correr) são fundamentais para o desenvolvimento e a manutenção das capacidades físicas de todos, Glassman começou a trabalhar como personal trainer, mas, devido a alta demanda, logo começou a dar aulas em grupo. Foi quando descobriu o quão vantajoso eram as aulas coletivas para os alunos. E em 2000, o CrossFit surgiu oficialmente em Santa Cruz, na Califórnia.

Classifique aqui

SE EXERCITAR VAI MUITO ALÉM DE CUIDAR DA SAÚDE FÍSICA Ainda sem classificação

By | CROSSFIT BRASIL | No Comments

SE EXERCITAR VAI MUITO ALÉM DE CUIDAR DA SAÚDE FÍSICA

As principais razões que levam as pessoas a praticarem exercícios físicos estão geralmente ligadas à vontade de querer emagrecer, ganhar músculos ou melhorar o condicionamento físico. Realmente todos esses benefícios são conquistados com a  prática de exercícios físicos, mas as vantagens não param por ai. Sair do sedentarismo pode ser muito favorável também a sua saúde mental.

Um estudo realizado na Faculdade Metropolitana da Grande Fortaleza (FAMETRO) com um grupo de praticantes de CrossFit feito indica que 58% dos participantes indicaram melhoras nos sintomas de estresse, e 38% diminuíram os índices de ansiedade. Isso está relacionado ao fato de quando você se exercita seu corpo libera substâncias químicas como endorfina e noradrenalina, responsáveis respectivamente por produzir sentimentos como felicidade e redução de estresse.

Além disso, praticar exercícios regularmente influencia diretamente para o aprimoramento da memória e a capacidade de aprender novas coisas.  Um estudo realizado pelo departamento de Neurologia, da Universidade de Müster, na Alemanha, demonstrou que pessoas aumentam em 20% sua capacidade de retenção de vocabulários após praticarem sprints (exercícios de alta intensidade), devido ao crescimento da produção de dopamina, neurotransmissor essencial para foco, motivação.

Agora você tem mais motivos para querer se exercitar! Afinal, movimentar-se contribui tanto para manter o corpo em equilíbrio, física e psicologicamente.

 

Classifique aqui

BENCHMARKS Ainda sem classificação

By | CROSSFIT BRASIL | No Comments

COMPARE SEUS RESULTADOS

 

Geralmente, o WOD (workout of the day) é a parte da aula mais esperada pelos praticantes de CrossFit. É o momento em que o aluno consegue colocar em prática a técnica, potência, força e energia para alcançar o melhor desempenho na sequência de exercícios. Cada dia é uma superação nova: finalizar em um tempo menor, conseguir levantar mais peso.

Já imaginou conseguir comparar seus resultados com pessoas que praticam CrossFit em todas as partes do mundo? Até mesmo com aquele atleta famoso da Austrália que você tanto admira?

Para isso que servem os benckmarks! Usados como parâmetro avaliativo, eles são alguns WODs pré-estabelecidos e executados mundialmente. Ou seja, não importa por quem ou aonde seja realizada, a sequência de exercícios sempre será a mesma. Até existem sites em que você consegue comparar seus resultados de cada benchmark específico com os de pessoas do mundo inteiro.

Além disso, eles são ótimas referências para acompanhar superações em seus treinos. Afinal, a partir do momento em que se consegue refazer o benchmark em um tempo menor ou com mais repetições do que realizado anteriormente, é possível ter certeza que houve evolução.

 

 

Classifique aqui